6 de jun de 2009

CAMPANHA "FALE AGORA OU CALE-SE PARA SEMPRE"!!(se não falar, pior para você!)




Se você é um daqueles que é sempre criticado quando decide abrir a boca e chutar as estruturas da barraca, junte-se a nós! Nós, os solitários, seres não resignados diante dessa hipocrisia cotidiana, do não dizer ao invés de gritar e meter o dedo na cara de quem merece, nós os oprimidos pelas próprias idéias (muitas vezes não há como compartilhar) , nós os rotulados de intelectuais e metidos, enfadonhos, viciados em cafeína , traídos pelas próprias palavras (sim, porque nós temos coração! ) nós os "diferentes", isolados do convívio humano e metidos em cafés e quiosques da cidade a procura de algo bom para se pensar, nós que trocamos a hora do almoço por longas leituras de Caio Fernando Abreu e Ferreira Gullar, nós, que lemos absortos nos metrôs e nas paradas de onibus, que assistimos filmes tomando vinho e nos emocionamos com as cenas tocantes, nós que sofremos com doenças ainda não diagnosticadas pela ciência (mas sabemos que elas existem!) nós que enraivecemos com as estratégias ridículas para salvar o mundo , simplesmente nós, tolos por acreditarmos que podemos mudar o pensamento...

Se você se encaixa nesse perfil, aliás encaixar-se em perfis é algo metódico demais, vamos tentar novamente: se você encontra semelhanças entre o que descrevi acima e a sua vida, faça parte da campanha: "Fale agora, ou cale-se para sempre!" (mesmo que isso custe o seu cargo na empresa, a sua cabeça pendurada na porta da universidade, provoque uma aversão estúpida e coletiva, enfim, todos os riscos prováveis em uma situação como essa) fale, provoque, critique, opine, mas não se cale, não vire estátua para ser vítima das aves, não endureça e nem amoleça esse pobre coração que já suporta mais tantas "antas" ambulantes , reaja, não emburreça (fuja das conversas acéfalas) proteste, não contrarie seus desejos (mesmos os mais loucos e imbecis, estes sim podem te levar direto para o inferno), indigne-se, e se não falar, ao menos demonstre que está em desacordo (não engolir sapos, é dificil) Abaixo a passividade e a falta de vontade para transformar as coisas e desordenar tudo de novo! E entre em contato rapidamente com essa menina que vos escreve para ter certeza de que não estou só (apesar de viver na ilha A. há tanto tempooooo. Oh céus alguem me tira daqui?! Começarei escrevendo HELP na areia). Ai leitores (escassos, mas fiéis) entrem na campanha! Deixem seus comentários, mandem e-mails, uma equipe de resgate, sinais de fumaça... Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário