17 de abr de 2010

Leitores,

ando um pouco perdida neste cotidiano de esperas. Brinco com as inúmeras possibilidades que surgem à minha frente e as transformo em "trampolim" para um outro mundo. Mas ainda falta algo, algo que talvez eu não possa definir. Vontade e (necessidade) de "largar" tudo, mudar tudo de lugar e começar do zero. Uma "falta de sentido" precede tudo isso e eu me pergunto se estarei errando ou progredindo? Período de auto-análises , leitores e propício para a criação poética (depois de um mês sem brotar nada dessa cabecinha). Necessidade desenfrada de mudar de tudo , avançar, trocar, insistir (no que vale a pena), tranquilidade para mim é prejuízo... sempre invento alguma coisa para pular fora da rotina e me desafiar, renovar, reciclar.  Preciso de algo novo... vocês tem alguma sugestão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário