27 de mar de 2011

Eu fragmento coisas ao meu redor
Inúteis de consolo pela noite
Impiedosa com sua chuva
Molhando o que de dentro ficou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário