20 de nov de 2013



que o meu corpo
não seja repouso
para o teu tédio

mãos frias na minha pele de algodão
vermelho colorindo o ventre

há uma parte de mim
que não sabes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário