4 de jul de 2013

Nota para caderno terapêutico

Morning (or a deception) Coffee and cigarettes. Good morning, Baltimore! The real life, hoje não. Afternoon (or the sad autumn) More coffee. Compro o jornal para ludibriar meu abismo interior, mas não. Caminho pelas ruas contemplando coisas que não me interessam até encontrar um abrigo confortável para a minha solidão, mas não. O que há então? Há a criança que chora e eu com olhos maternais digo que não. Quero arrebentar as lixeiras no caminho, mas não. Um homem de bigode me observa: há piedade em seus olhos, há memória, mas não perdão. Também não há perdão em mim. Só a memória com seu cheiro nauseabundo. Evening (or the hope) Ouço música. Choro (Vinicius me faz relembrar ausências)e me desespero. Agonia cravando na carne suas unhas afiadas. Escrevo, escrevo, escrevo. O mar me chama, o mar me quer, o mar. Mas hoje não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário